Gente que veio, gostou e sempre que pode dá uma passadinha por aqui

terça-feira, 5 de outubro de 2010

300) Inteira


Foto Lugoca



Meus batons,
unhas feitas,
banhos de espuma,
perfume francês,
coleções de anéis;
meus decotes,
saias ao vento,
olhos que riem,
bilhetes de amor,
mesas com flor,
surpresas diárias...

não são pra você.


Meus gemidos lentos,
beijos compridos,
sarros no tapete,
gozos repetidos,
planos de viagem,
de morar no mato,
de durar pra sempre...

não são com você.



Anos de terapia,
horas na academia,
massagens relaxantes,
compras revigorantes...

não são por você.



As noites sem sono,
porres de vinho,
o calor do ninho,
lençol de linho
e a cama cheirosa,

menos ainda,
são por você.

Sua vez já passou.


 
 

17 comentários:

  1. ummmm... delicioso!
    E continuemos a confiar na vida!

    Amei sua presença ensolarada em meu blog! Minha fácil felicidade ficou ainda mais feliz! :)

    ResponderExcluir
  2. Êba!!! Isso aqui ta lindo d+,da conta.
    Nós temos esse afago por nós,que não se pode descrever.
    Esse poema está raridade . Amei!

    Fernanda.
    Ps:Lu,
    Obrigada amiga, por tanto carinho.

    ResponderExcluir
  3. amei...ou seja meu caro A FILA ANDOU! hhahaahahaha...
    beijocas,
    mari

    ResponderExcluir
  4. Oi Luluzinha!
    Mudou a cara do blog!!!
    Tá muito preto, criatura! Não combina com esta pessoa iluminada que escreve nele, rsrsrsrs!
    Meu e-mail mudou, tá?
    Agora é luciana.clark@meconsult.com
    Bjos

    ResponderExcluir
  5. Ô criatura maluquete que amo de paixão!!!
    Nunca ouviu falar que colorir de preto as redondezas descansa os olhos???
    Sem pré-conceitos!
    Preto é uma cor linda! Está entre as minhas preferidas. Além do mais, é tão democrática que destaca as outras!
    Montes de beijos!!!

    ResponderExcluir
  6. Lu,

    Creio que ficamos amigas de infância. Adoro sua presença nas minhas casas e adoro vir aqui. Sinto-me em casa!

    Você escreveu para mim "domadora de palavras", venho lendo tais comentários, "dona das palavras", "deusa das palavras"... e tenho enorme curiosidade de saber a tua opinião já que você vive no mundo das palavras. Creio que precisamos começar a trocar e-mails (o meu é o que está no meu perfil: suzanacostaguimaraes@gmail.com). Eu queria saber um pouco mais sobre isso, escrevo do jeito que falo, então para mim é tudo normal, natural. É claro que, às vezes, deixo um texto de molho, macerando, para depois voltar nele e que também procuro controlar ritmo, o Português (procuro não ofender os letrados) e a digitação, mas flui como se eu estivesse falando.

    Quanto ao teu texto...

    Vou abrir outra caixa...

    Um texto assim merece atenção única e especial.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  7. Nossa! (P.M.)

    Esse aí foi para machucar mesmo, bater com força, "tapão". E depois falam dos meus...

    Ótimo! Verdades deliciosas bem detalhadas, atiradas na cara: minha vida não é mais para você, nem meus cuidados, meus prazeres, meus porres, meu respirar. Você é passado, não quero mais, existo bem e feliz sem você.

    Mas não foi desabafo alucinado, foi trabalhado, estudado, pensado, escrito com maestria.

    Gostei muito, muito.

    Escreva mais para eu poder sentir esse prazer junto.

    Beijos!

    P.S.: posso postá-lo no meu Blog? Claro que com os devidos créditos.

    ResponderExcluir
  8. Suzana, querida!

    Adorei o P.M.! rsrsrs

    Aliás, gostei de tudo o que me disse (escreveu) e acho que tem razão sobre trocarmos e-mails.

    Mas há algo que preciso aproveitar sua deixa e registrar aqui.

    Quando escrevi este texto, anteontem, fiquei pensando que alguém poderia achar que é um recado, mas não é.

    Aí, quando você me escreveu:

    Esse aí foi para machucar mesmo, bater com força, "tapão",

    achei melhor deixar isso claro.

    Na verdade, quando não tem mais importância, não me inspira.

    O que fiz foi um 'poeminha'. Brincadeira. Só.

    Beijos!

    P.S.: É por mim que me cuido e faço um monte de coisas gostosas!

    ResponderExcluir
  9. Cruel, mas perfeito em amor.
    Própio, purificador...

    Estou de visita no seu Blog,
    e lendo esse texto até esqueci de bater na porta.
    Vc construiu sua própia piramide!
    Construção firme...

    Muito bom..bjo

    ResponderExcluir
  10. Esse texto tem a ver com que escrevi hoje. Amei! Muito inspirador pra mim.
    Beijos,

    Irma

    ResponderExcluir
  11. Vim , olhei , li , gostei !!!


    Te Sigo ... :)



    Bjo.

    ResponderExcluir
  12. Oi , Lu !!!


    Obrigada pelo carinho de suas palavras e presença , amiga. :)


    Estarei sempre por aqui ,...é lindo.


    BjO grande!

    ResponderExcluir
  13. nooooossa...gostei da expressão das palavras!!

    bjinhus...

    ResponderExcluir
  14. Lu, você e sua visão sempre acalentando. Obrigada por sua presença, por seu diálogo! Amo sempre! E vamos continuar a confiar na vida! :)

    ResponderExcluir
  15. Alguém deixou de cheirar os cheiros com que o vento brinca e com que todo o sonho, sonha.
    Jorge Manuel Brasil Mesquita
    Lisboa, 08/10/2010

    ResponderExcluir
  16. Muito bom, simples, transparente com início, meio e fim!

    ResponderExcluir

Eu gosto muito que você comente!