Gente que veio, gostou e sempre que pode dá uma passadinha por aqui

domingo, 15 de maio de 2011

341) Vem


    Por do Sol no Topo do Mundo, em Brumadinho, Região Metropolitana de BH - Foto Lugocaca



Aquece o ninho
com seu riso
e faz do meu abraço dia a dia,
do meu beijo companhia
– nas horas doces ou vazias.
Vem ser meu par,
meu ar
– n'algum momento
em que se perca em mim –
meu mar
de brincadeiras,
de delícias,
verdades inteiras,
longas caminhadas
pela estrada afora
– pra dentro de nós.



14 comentários:

  1. Amiga, passei há poucos minutos e pensei... quero dizer o quanto sinto falta dos textos dela... e para surpresa minha... atualizei o blog e BUM!! Lá estava seu mais novo texto!

    Você traduz o que minha alma sente... poxa... como desejo isso também... confesso, pensei ter encontrado... mas foi um "sonho" e me acalentou por pouco tempo... a solidão voltou com mais força... e o frio se agigantou.

    Estranho... cuido do jardim... será que as borboletas desapareceram?????

    BJS E ÓTIMA SEMANA

    ResponderExcluir
  2. Kika, querida,
    Daqui, de entre as montanhas, vejo as borboletas, multicoloridas, aos milhares, à sua volta, aí, pertinho do mar...
    Como é que elas desapareceriam de perto de alguém tão doce e presente como você?
    Seu carinho - por aqui, por e-mail ou outras vibrações - é raro e prova de que é merecedora de realizar todos os sonhos.
    As borboletas estão aí, sim! Olhe bem ao redor, minha linda!!!
    Vc é muito especial!
    Beijo!

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. Suzana, amada amiga,
    Minha busca de preparo para a caminhada é eterna e feliz! Não tem essa de estocar vida, não. Talvez por isso eu me esfole tanto por aí. Encaro todas as maratonas.
    É isso, caminho sempre a passos largos, ainda que um pouco distante daqui e do mundo virtual, como precisei fazer nos últimos dias...
    Mesmo assim, minha ligação com pessoas caras como você é eterna. Há laços que, depois de feitos, não precisam ser apertados todos os dias para que se mantenham, né? E considero muitos dos que levo no coração assim.
    Acredito muito que tenho uma afinidade especial com você, minha querida!
    Te desejo o melhor, sempre!
    Beijão!

    E, sobre o poema, lembre-se sempre:

    "O poeta é um fingidor,
    finge tão completamente,
    que costuma fingir que é dor
    a dor que deveras sente"
    (Fernando Pessoa)

    ResponderExcluir
  5. A vida é assim...um mar de encontros e desencontros. Vivemos na esperança de um encontro de almas, de essencia. Enquanto isso, levamos a vida, sempre em frente, prontos ao que há de aparecer...

    bjo

    ResponderExcluir
  6. Grande Lufe,
    O melhor de tudo, amigo, é que há sempre mais encontros do bem, com pessoas como você, do que desencontros.
    Isso é o que realmente faz valer e renova forças dia a dia, nesta caminhada que é, com todos os seus desafios, mágica e deliciosa!
    Admiro seu jeito apaziguador, Lufe!
    Muito bom tê-lo por aqui e poder desfrutar do aconchego do seu Buteco!
    Beijo carinhoso!

    ResponderExcluir
  7. Sempre tão lindo tudo que vc escreve Lu!!!!
    Bjs amiga.

    ResponderExcluir
  8. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  9. Fátima, querida!
    Linda é a sua presença!
    Eu me lembro muito bem da época em que você começou a aparecer por aqui, lá pelos idos de 2007, quando criei este blog!
    Já lhe falei isso, mas talvez não com a intensidade e frequência que mereça: é das minhas maiores incentivadoras neste espaço, esteja certa!
    Quantas vezes entrei aqui e havia o seu comentário, único, mas precioso como nenhum outro. Cheio de carinho, de elogios...
    Assim, amiga, não há outro jeito: você mora aqui, bem dentro do meu coração!
    Beijo carinhoso!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  10. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  11. Lu, amada minha, que versos tão cheios de paz e leveza!!!
    Amei o texto e amei te ver por aqui, viu?
    Bjo, querida muito querida amiga.

    ResponderExcluir
  12. Doce amiga Marinha,
    que constrói palavras com maestria,
    distribui carinhos sem medida,
    sem esperar de volta,
    com verdade...

    Pra mim, Marinha, vc está entre aqueles
    que mais incorporam o espírito que deveria dominar a net: Leva, onde vai, seu sorriso e seu amor ao outro, porque é isso que carrega consigo. Sem cobranças, sem julgar ou imaginar o q se passa do outro lado - sempre tão distante de nós.
    Isso é encantador, amiga!
    É por atitudes assim e todas as suas riquezas pessoais, tão perceptíveis, que vc nos conquista a todos!
    Sua presença me faz muito feliz!
    Beijo carinhoso!!!

    ResponderExcluir
  13. Grata por palavras tão doces! Você é especial, Lu. bjs

    ResponderExcluir
  14. Lindo poema, Lu! Saudades de vc, sumiu...!

    Continue a encantar com seus versos...! Sempre!/

    Beijos
    Ana

    ResponderExcluir

Eu gosto muito que você comente!